segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Tendências para empreender em 2017

Por Vitor Lima 

O ano começou e, como sempre, novos sonhos e projetos são almejados para o período. Metas de economia, mudanças de hábitos, de emprego... Um dos charmes dessa época do ano é justamente esse: janeiro é um mês que permite renovação das esperanças e o ganho de fôlego novo para o ano, em todos os sentidos. 

A inconstância política e a insegurança em relação aos rumos econômicos do País assustam aqueles que pretendem abrir novos negócios em 2017. Mas, ainda não é hora de abandonar os planos empreendedores. O momento exige mais cuidados, criatividade, estudos de mercado e planejamento. É importante também se atentar a mudanças demográficas e tecnológicas para apostar em um segmento com potencial de crescimento e que traga bons retornos. 

De acordo com o supervisor do curso de Empreendedorismo do Centro Europeu, de Curitiba (PR), Adriano Tadeu Barbosa o relacionamento com outros empreendedores é fundamental, assim como ter um entendimento claro sobre o objetivo do negócio. “O cenário empreendedor brasileiro tem ótimas perspectivas para o ano de 2017. O empreendedor que compreender o mercado e oferecer soluções ágeis, eficientes e inovadoras tende a crescer e se destacar”, afirma. 

Ainda de acordo com o especialista, conceitos como sustentabilidade, qualidade de vida, mobilidade e colaboração, com destaque para a economia compartilhada, continuarão fortes. “É importante, também, que os empreendedores olhem com carinho para novas demografias, como a crescente terceira idade e os solteiros. Nichos bem específicos, como o do mercado de luxo, também estão abertos para novidades, principalmente por serem diretamente relacionados com exclusividade e customização”, completa.

Uma opção que continua interessante é o investimento em franquias. Em artigo publicado no blog do Negócios em Movimento, o fundador da consultoria FranquiAZ - especializada no segmento de franquias -  Diego Simioni, lembra que “apesar de oferecer menos riscos e uma série de vantagens para quem pretende empreender, o modelo (de franquia) está sujeito às mesmas leis de mercado que qualquer outro negócio”. Confira, a seguir, as três tendências apontadas por Simioni com base em pesquisa realizada pela Euromonitor sobre os hábitos dos consumidores:

Comida verde
Simioni aponta tendências para 2017 | Foto: Divulgação 
Para Simioni, no segmento de alimentos, as franquias de alimentação saudável e natural são boas apostas, visto o crescimento do interesse da população sobre a origem dos alimentos e a intenção de criar hábitos mais saudáveis. “Além disso, percebe-se uma valorização de alimentos produzidos localmente e também das marcas que minimizam a utilização de embalagens, reduzindo o desperdício de recursos naturais”, defende. 

Economia de tempo
“Franquias que, além de vender seus produtos e serviços, priorizem economizar o tempo dos seus clientes possuem uma grande chance de sucesso. Um bom exemplo são as marcas focadas na venda de refeições saudáveis por delivery, duas tendências em uma”, explica o consultor. Afinal de contas, o tempo tem sido cada vez mais valorizado pelas pessoas e práticas que otimizem o cotidiano delas registram sucesso

Terceira idade 
Assim como Barbosa, Simioni acredita que a terceira idade é um nicho de mercado com grande potencial e ainda pouco explorado. A população idosa cresce e muda diversos paradigmas. A imagem dos avós que se contentam apenas em relaxar e cuidas dos netos não é mais condizente com a realidade, pois os idosos tornam-se cada vez mais ativos e consumidores. “Tais características aliadas ao aumento da expectativa de vida favorecem as empresas que se preocupem em proporcionar mais qualidade de vida para a famosa melhor idade”, afirma. 

Portanto, independente das condições econômicas do País em 2017, se você pensa em empreender estude bem o mercado para apostar em áreas em alta. Use toda a criatividade e aproveite as oportunidades, para que, quando a economia retomar o crescimento, você esteja um passo à frente e colha bons frutos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário